Marcadores

TIRAS (599) HQ (143) INSPETOR (126) RESENHAS (111) CARTUM (39) LEITMOTIV (19) LEXY DRIVER (19) CONTOS (15) CINEMA (12) TEATRO (6) LEXY COMICS (5) ROTEIROS (4) ARTES PLÁSTICAS (3) FOTOS (2) PORTFÓLIO (2)

BOTÕES DE COMPRA

Comprar VIDA DE INSPETOR
Comprar LEITMOTIV

sexta-feira, 2 de maio de 2014

MELHORES HQ'S DE 2012


Lembrando quando eu escrevi um texto sobre os melhores quadrinhos de 2012, aqui:


MELHORES DE 2012
 Olá!
Eu sou Lexy Soares, quadrinhista, cineasta, já tentei ser ator, iluminador cênico, e agora, sou colunista do Mauá Fácil, escrevendo sobre quadrinhos e cinema. Pra aproveitar o início do ano, faço como muitos sites especializados em cultura pop, e lanço a minha lista de melhores quadrinhos de 2012. Espero que você goste, comente, compartilhe, faça as suas listas, etc. Mas se divirta lendo quadrinhos. E se você não leu alguns dos que eu votei, corra atrás que vale a pena. Palavra!
Agora, aos vencedores:


1- "Astronauta - Magnetar" (Danilo Beyruth) - Panini Comics
A reinterpretação de Danilo Beyruth para o personagem do Mauricio de Souza, se mostrou ao mesmo tempo uma história simples, e completa. Perdido no espaço após um dano em sua nave, ele precisa lutar pra ficar vivo, antes que a loucura decorrente da solidão tome sua mente.
2- "Fracasso de Público - Volume 3 - Adeus" (Alex Robinson)  - Gal Editora
O final de uma das melhores histórias independentes já feitas nos EUA. Alex Robinson soube como terminar sua história de uma forma genial, concluindo algumas das tramas de forma completamente inesperada, e com resoluções que fugiram do óbvio. Nota 10!

3- "Y - O Último Homem - Vol 10" (Brian K Vaughn e Pia Guerra) - Panini Comics
Vaughan soube terminar a sua saga de forma perfeita, ao explicar apenas o necessário pra não estragar a proposta “realista” de uma premissa absurda. Ao deixar no ar certas questões “científicas”, mas dando um foco maior e mais sentimental nos seus personagens, ele fez do final algo lindo. A melhor história de toda a saga.

4- "Wilson" (Daniel Clowes) - Companhia da Letras
Fazer uma história longa, mas feita de capítulos de página única. É genial, ou não é? E, sabendo como ela foi criada, é ainda mais interessante notar como que as páginas aparentemente soltas acabaram se tornando uma história completa, que ainda assim mantém as características tanto de “cada página como HQ completa”, quanto no “todo da grande história”.

5- "Fade Out - Suicídio Sem Dor" (Beto Skubs, Rafael DeLatorre, Marcelo Maiolo) - independente
Esta HQ é uma das melhores histórias feitas, e que ainda não teve o destaque merecido. A forma como seu personagem principal circula, sendo tratado como um ser humano real, e fugindo das decisões clichês. Tão inesperado quanto o final que é revelado logo nas primeiras páginas. E ainda consegue continuar sendo um final surpresa.

6- "Locas - Maggie, a Mecânica" (Jaime Hernandez) - Gal Editora
Nenhum autor, nunca, vai conseguir criar mulheres que se comportam como mulheres de verdade como Jaime Hernandez. E nem hq’s tão divertidas. Não importa se Maggie, Hopey e amigas estão em um cenário realista dos bairros mexicanos dos EUA, ou em uma paisagem escapista com robôs e dinossauros, ninguém vai conseguir superá-lo.

7 - "Bakuman" (Tsugumi Ohba e Takeshi Obata) – JBC
O primeiro mangá que acompanho religiosamente desde o começo. Ao mostrar o dia a dia de dois amigos que sonham em se tornar profissionais da indústria dos mangás, este consegue ter histórias mais interessantes, empolgantes e cativantes que qualquer outro. Leio, guardo com carinho, e recomendo pra todo fã de HQ.

8 - "KM Blues" (Daniel Esteves, Wanderson de Souza, Wagner de Souza) - independente
Daniel Esteves já está se tornando um dos melhores roteiristas do país, com seu estilo inconfundível de mostrar dramas humanos simples. E, com esta HQ, ele conseguiu se superar ao usar um jogo de cortes temporais na narrativa pra deixar uma bela história ainda mais interessante, e nos colocar ao lado do personagem principal.

9 - "Escalpo" (Jason Aaron, R M Guera) – Panini Comics/Vertigo.
Desde que comecei a colecionar a revista Vertigo da Panini, Escalpo se tornou a minha história favorita do título. Personagens realistas, retratados sem pudor algum, violência na medida certa. E tudo tratado com intensidade e tensão perfeitas. Ler essa HQ é como acompanhar um seriado bom e bem escrito. Dificilmente o leitor vai encontrar personagens tão reais em outro gibi.

10 - "Nação Fora da Lei - Sangue Entre Irmãos" (Jamie Delano, Goran Sudzuka, Goran Parlov) - Gal Editora
Jamie Delano ao estilo Garth Ennis. E tão bom quanto Preacher. Personagens interessantes, em um mundo absurdo, mas ao mesmo tempo real. Uma HQ que causa estranheza pela forma que o autor buscou construí-la, mas que em momento algum perde o ritmo, ou a força. Que venha logo sua conclusão!


Nenhum comentário:

Postar um comentário