Marcadores

TIRAS (599) HQ (143) INSPETOR (126) RESENHAS (111) CARTUM (39) LEITMOTIV (19) LEXY DRIVER (19) CONTOS (15) CINEMA (12) TEATRO (6) LEXY COMICS (5) ROTEIROS (4) ARTES PLÁSTICAS (3) FOTOS (2) PORTFÓLIO (2)

BOTÕES DE COMPRA

Comprar VIDA DE INSPETOR
Comprar LEITMOTIV

quarta-feira, 16 de julho de 2014

RODOLFO ZALLA - AO MESTRE COM CARINHO


AO MESTRE COM CARINHO

Quem não conhece o Márcio Baraldi? O grande “cartunista rock n’ roll”, criador de vários personagens, como Roko-Loko? O cara que anima os eventos de quadrinhos do Brasil com seus discursos inflamados e apaixonados?
Pois além de cartunista, ele é um grande arqueólogo das hq’s. Uma conversa com ele, ou uma lida em seus textos pela internet revelam que ele vai fundo na pesquisa dos quadrinhistas que gosta. E essa paixão está contida em seu filme RODOLFO ZALLA – AO MESTRE COM CARINHO.
Lançado em 2012, o filme de 72 minutos é um documentário onde Zalla fala sobre sua vida e sua carreira. Uma conversa detalhadíssima sobre todos os anos e produções em que esse grande artista trabalhou. Seus primeiros trabalhos publicados na Argentina, sua terra natal, seu começo no Brasil, as editoras porque passou, os personagens que criou, ou recriou (como o Escorpião, que, de uma cópia do Fantasma, precisou ser reformulado para evitar um processo da King Features), outros artistas com quem trabalhou, as editoras e estúdios, etc, etc, etc.
Toda a carreira do mestre é repassada de forma didática, e envolvente. Para quem não conhecia a fundo a trajetória do Zalla, o filme é bem explicativo. Ilustrado com imagens de capas e páginas das revistas, o que faz do filme algo dinâmico de se assistir. Aposto que você vai ficar com vontade de correr atrás de algum gibi feito por ele!
Ao ver o filme, é possível sentir o carinho do Baraldi pelo mestre Zalla. E isso é algo importante, que todos nós amantes do quadrinho nacional também deveríamos ter, afinal, como consumidores da nona arte, não conhecemos a própria história do gênero em nosso país. Nossos grandes artistas do passado não são conhecidos pelos leitores jovens. Uma pena. E nossa produção é rica, nossa história mostra que os quadrinhos já viveram dias de glória em nosso país. E ótimos desenhistas, roteiristas e editores trabalharam no meio, ajudando a criar o mercado que temos hoje.
Espero que este filme seja o primeiro de muitos documentários que resgatem a memória dos nossos artistas. É preciso que nos lembremos de quem começou a fazer o mesmo que nós fazemos hoje!
Voltando ao filme sobre Rodolfo Zalla, o DVD teve lançamento oficial durante a premiação do Ângelo Agostini de 2012, e pode ser comprado em lojas de quadrinhos. O filme também foi vencedor do Troféu HQ MIX de 2013, na categoria “Produção para Outras Linguagens”
Mais que merecido!

Nenhum comentário:

Postar um comentário