Marcadores

TIRAS (599) HQ (143) INSPETOR (126) RESENHAS (111) CARTUM (39) LEITMOTIV (19) LEXY DRIVER (19) CONTOS (15) CINEMA (12) TEATRO (6) LEXY COMICS (5) ROTEIROS (4) ARTES PLÁSTICAS (3) FOTOS (2) PORTFÓLIO (2)

BOTÕES DE COMPRA

Comprar VIDA DE INSPETOR
Comprar LEITMOTIV

sábado, 31 de outubro de 2015

STAR WARS (HQ) # 001


Está empolgado para o lançamento do novo Star Wars? Já leu a nova HQ da saga? Leia aqui a minha resenha do nº 1 da revista, lançada no Brasil pela Panini Comics:

STAR WARS
Não sou um grande entendido do chamado “Universo Expandido” de Star Wars, apesar de ter conhecimento de alguns livros e hq’s. Mas apenas li um ou outro quadrinho, mais nada. Nem sou muito fã de universos expandidos, mesmo das minhas séries e filmes favoritos (E claro que sou fã de Star Wars!). Mas alguma coisa na força me fazia sentir que eu devia comprar a nova HQ STAR WARS, da Marvel. Talvez seja o fato de eu ter me tornado fã do trabalho do roteirista Jason Aaron desde que li Escalpo, que ele criou para o selo Vertigo da DC, que foi uma das séries mais bem escritas que tive o prazer de ler. E com desenhos de John Cassaday, de Planetary? Nem pensei duas vezes!
Bem, primeiro, o leitor de primeira viagem precisa saber que não é necessário nenhum conhecimento prévio do universo expandido de Star Wars para curtir esta HQ. Ao contrário, ela faz parte de uma espécie de “reboot” desse universo, como forma da Disney de preparar os fãs (e a industria de marchandising) para o lançamento dos novos filmes da franquia. Assim, eles recomeçaram muitas histórias, e mesmo aquelas que eram consideradas cânone, e seguiam uma certa cronologia, foram desconsideradas. Mas mesmo sem saber disso, é possível ler esta HQ tranquilamente. Afinal, logo em sua primeira edição, fica claro que ela é apenas uma história descompromissada passada dentro desse universo.
Mas que história! Claro que, tendo lido apenas a primeira edição, pode parecer exagero elogiar muito, mas Jason Aaron consegue emular muito do estilo dos filmes clássicos nas poucas páginas desse capítulo. Passada imediatamente após “Uma Nova Esperança”, Luke e Cia. estão começando a se preparar pra uma nova investida contra o império, enquanto Dath Vader está se reerguendo, após a destruição da Estrela da Morte. Disfarçados como comerciantes, os rebeldes vão até um dos planetas controlados pelo Império para libertar escravos, é quando Vade chega ao loca, e tem seu primeiro encontro cara a cara com Luke Skywalker.
Como eu disse antes, Aaron conta uma história com o mesmo clima dos filmes, com um início calmo, muita movimentação, e a perfeita interação ente os personagens. Ouso dizer que, de todas as hq’s baseadas em filmes ou séries que já li, esta foi uma das que mais se aproximou da origem, seja no ritmo da história, nas caracterização dos personagens, e até mesmo nos diálogos. Mesmo quando um diálogo aparece “em off”, com o personagem fora do quadro, o leitor já o identifica pelo modo como ele fala. Um ótimo trabalho do escritor.
E quanto aos desenhos de John Cassaday? Elogiá-lo é chover no molhado. Com um traço realista sem ser fotográfico, ele mantém todo o dinamismo que uma HQ necessita. Seu estilo é simples, belo, com um grau de realismo natural, sem aparentar frieza como o de outros desenhistas com traço realístico. Quem não o conhece, basta ver qualquer edição de Planetary, pra conferir.
STAR WARS é uma revista mensal da Panini Comics, e faz parte de uma série de hq’ mensais do universo Star Wars que a editora colocará nas bancas. E vale a pena pra todo fã da saga galáctica!

-------------------

E, sobre a minha revista VIDA DE INSPETOR DE ALUNOS, agora estou com uma parceria pra vendas, através do  site PROFACI, no seguinte link: 

E, pra ler outros trabalhos meus, curta a minha página no Facebook: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário