Marcadores

TIRAS (637) HQ (181) INSPETOR (133) RESENHAS (111) CARTUM (43) LEITMOTIV (25) PORTFÓLIO (25) LEXY DRIVER (20) CONTOS (15) CINEMA (14) LEXY COMICS (14) TEATRO (6) AUGUSTO (5) FRANKENSTEIN (4) FRANKENSTEIN200 (4) ROTEIROS (4) ARTES PLÁSTICAS (3) FOTOS (2)

BOTÕES DE COMPRA

Comprar A SITUAÇÃO DE AUGUSTO Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro! Comprar VIDA DE INSPETOR Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro! Comprar LEITMOTIV Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

MELHORES QUADRINHOS DE 2018


Olá, amigos leitores!
Como em todos os anos, eu fiz mais uma lista com os 10 melhores quadrinhos lançados no ano. Claro que, como toda lista, ela é pessoal , mas você pode ficar a vontade pra comentar. 



10 BLACK DOG
Dave McKean tem o poder de nos hipnotizar com sua arte, mas além disso, ele a usa magistralmente em histórias excelentes, e aqui não é diferente. Com um estilo diferente do que estamos acostumado em suas parcerias com Neil Gaiman, ele consegue nos jogar dentro do clima da guerra, mas ele foge do óbvio de mostrar os horrores da mesma, e nos dar um drama pesado. Mas esta HQ parece que tenta jogar luz na mente que tenta fugir desse horror, algo que pode ter se passado na mente de Paul Nash. E, ao fazer isso, fica ainda mais macabro.


9 A ARTE DE CHARLIE CHAN HOCK CHYE
Biografias em quadrinhos não são novidades. Reportagens também não. Então, o que faz esta HQ se tão boa? Ela é uma mistura dessas duas linguagens em uma mesma trama. Ao contar a história da vida do fictício autor que dá nome ao livro, Sonny Liew nos dá uma história agradável de ser, que flui como um bom filme. Parece um documentário, mas sem atravancar a leitura me momento algum. Uma sacada genial do autor, que trabalha muito bem as diferenças dessas linguagens pra impressionar o leitor.


8 VISÃO
A desconstrução dos super heróis não é novidade. Mas poucos parecem saber como ir além disso sem soar forçado. Tom King consegue, com seu Visão. Ao apostar em uma curta saga que mostra o lado humano do personagem, que tenta viver como um pai de família comum, ele trilha a história no meio termo entre o normal e o fantasioso que uma HQ de super herói possui. E o faz com uma boa desenvoltura. O que, além de uma ótima história, apresenta personagens com emoções humanas reais como poucos autores conseguem.


7 CINCO VERMELHOS
HQ independente que não deve nada em qualidade a qualquer obra profissional. Talessa Kuguimiya nos conduz por uma trama se vingança no tempo dos samurais cujo maior mérito é a sutileza com que a narrativa se desenvolve, além da leveza com que os personagens são apresentados e discorrem pela história. Poesia e beleza definem esta HQ.


6 NADA A PERDER
Jeff Lemire é um dos melhores autores da atualidade. Este Nada a Perder pode soar como mais uma obra onde ele visita temas já utilizados em outras de suas obras, mas ainda assim o faz com maestria. A forma como as emoções dos personagens estão intimamente ligados aos desenrolar da história é tocante em seu trabalho.


5 A MARCHA
Intrigante HQ que mostra a origem dos movimentos pelos direitos dos negros nos EUA dos anos 1960, que levaram à marcha na ponte da cidade de Selma. Embora tenha um jeitão meio didático de narrar os fatos, ela ganha um tom pessoal por ser o relato de um dos participantes desses protestos, além de mostrar fatos que, em outras mídias, sempre são tratadas de forma superficial. Obrigatório!


4 JEREMIAS – PELE
Outra HQ obrigatória! Uma das melhores histórias sobre preconceito racial que já foi feita nos Brasil! Uma história contundente e necessária, que mostra como o preconceito opera na sociedade de forma a se tornar aceita como algo natural, e como nos negros buscamos a força pra suportá-lo. E isso narrado apenas como uma história simples, como são as coisas do dia a dia.


3 BLACK HAMMER
Nº 1 em muitas listas, esta é simplesmente O quadrinho que melhor entendeu um dos elementos que fazem de Watchmen uma hq especial: mostrar os super heróis como pessoas comuns, com defeitos, e emoções comuns. Embora tenha uma trama de mistério pra manter o interesse, o diferencial está nas nuances da vida de cada um dos integrantes desse grupo de super heróis preso em uma cidade  bucólica sem saber como sair. Coisa que Lemire é mestre.


2 UMA IRMÃ
Um dos quadrinhos mais belos sobre adolescência que já li. Ele mostra a descoberta do amor e da sexualidade. Algo que já foi mostrado em outras mídias, mas sempre de forma ou lúdica ou pudica. Já aqui, o sexo é mostrado sem vergonha, mas ainda assim ele soa belo. E, com belos desenhos e uma trama que destaca os relacionamentos entre os personagens principais. Você os sente como adolescentes de verdade, ao contrário de muitas obras.


1 A VIDA É BELA SE VOCÊ NÃO FRAQUEJAR
Muitos podem achar estranha a minha escolha pra nº1, mas eu me senti fisgado pela leiture deste quadrinho, e me identifiquei bastante com o personagem. Seth conta uma autobiografia ficcional, sem entregar o que é real e o que é inventado. Na trama, ele está em uma busca obsessiva por trabalhos publicados e mais informações sobre a vida de um cartunista desconhecido.  É uma busca que ressoa em um saudosismo que muitos considerariam prejudicial, mas a forma como Seth se abre aqui nos faz entender o personagem, além de, na verdade, tudo isso ser um grande McGuffin pra discorrer sobre memórias, sem ser explícito em momento algum da HQ.


----------------------------------------------------------------
Quer ler todos os meus quadrinhos?
Me acompanhe nas redes sociais!