Marcadores

TIRAS (617) HQ (147) INSPETOR (126) RESENHAS (111) CARTUM (42) LEITMOTIV (19) LEXY DRIVER (19) CONTOS (15) CINEMA (12) LEXY COMICS (6) TEATRO (6) PORTFÓLIO (5) ROTEIROS (4) ARTES PLÁSTICAS (3) FOTOS (2)

BOTÕES DE COMPRA

Comprar VIDA DE INSPETOR
Comprar LEITMOTIV

sábado, 7 de junho de 2014

SOPA DE GRAN PEÑA


Adoro os irmãos Hernandez! E recomendo suas hq's pra todo leitor de boas histórias adultas! Leia minha resenha dessa saga aqui: 

SOPA DE GRAN PEÑA
Quem gosta de hq’s adultas, alternativas, underground, e de qualidade, conhece, ou pelo menos já ouviu falar de LOVE & ROCKETS, a hq produzida pelos irmãos Hernandez.  Eu mesmo já falei sobre algumas das histórias desses fantásticos irmãos aqui. Hoje vou comentar mais um trabalho de um deles.

GILBERT HERNANDEZ. Embora eu prefira o trabaho de seu irmão Jaime, não posso dizer que as hq’s de Gilbert (ou Beto, como ele assina nos rodapés de algumas páginas) sejam inferiores. Pelo contrário, elas apenas possuem uma sensibilidade diferente da do irmão, se é que psso chamar essa diferença entre os dois assim. Além do traço ter um acabamento final diferente, as histórias de Gilbert na revista eram focadas em uma vila imaginária chamada PALOMAR.  Em suas várias histórias, acompanhamos os habitantes do local, em várias fases de suas vidas, em acontecimentos comuns entre eles, ou apenas algo pessoal e íntimo de um ou outro morador da vila.
No Brasil, algumas dessas histórias foram publicadas pela editora Record, em 1991, nas páginas da revista de curta duração LOVE & ROCKETS, além de álbuns avulsos, como “Crônicas de Palomar”. Em 2004, a editor Via Lettera publicou alguns álbuns de Love & Rockets, sendo o primeiro volume dedicado a Palomar, chamado “Sopa de Gran Peña”, que é o nome original da série (e, que, na editora Record, havia sido chamada pelo nome em inglês “Heartbrask Soup”). Publicando a série na ordem cronológica da vida dos protagonistas, a série começa com alguns dos personagens ainda crianças. Ao longo das páginas, acompanhamos esses personagens se tornando adultos, tendo casos amorosos, filhos, problemas, mortes, e tudo o que acontece na vida real.
De certo modo, essa HQ se parece muito com uma novela. As tramas são baseadas em acontecimentos cotidianos. Talvez com um “tem pero” latino que deixe tudo mais saboroso, mais cativante para o leitor. Mas ainda assim, são histórias sobre nada mais que o cotidiano. Mas ao mesmo tempo que são histórias sem grandes aventuras, são recheadas do mais puro e cativante drama humano, e de um realismo que nos conquista de imediato. É impossível ler e não se sentir próximo à algum dos personagens.
Outra característica dessas histórias são o modo como Gilbert muda o tempo todo de personagens, fazendo com que um coadjuvante em uma história seja o protagonista de outra, e quase sempre uma ação aparentemente insignificante, que é apenas um detalhe em uma história se torna o Leitmotiv de outra. Eu confesso, como não li o álbum todo de uma vez, quando retomava a leitura, acabava voltando umas páginas só pra relembrar de um acontecimento que voltava anos depois, em outro capítulo.
Mas o melhor mesmo dessas histórias, o que nos cativa de verdade, são as mulheres. Não apenas por elas serem desenhadas maravilhosamente atraentes, mas porque são personagens fortes, seguras, dominantes, que movem e transformam tanto as histórias quanto as vidas dos personagens masculinos. E com isso, leva o leitor junto...
Quanto às HQs contidas nessa edição com mais de 140 páginas, não dá pra destacar alguma, pois são todas no mesmo nível. E diferenciadas. Ora temos uma história com um tom de suspense, ora apenas um pequeno evento cotidiano, depois um drama, etc.
A revista, como mencionei, foi publicada por aqui em 2004, por isso, só pode ser encontrada em sebos e lojas de quadrinhos. Se achar por um bom preço, compre, pois vale a pena. Se vale!

Nenhum comentário:

Postar um comentário